Blog
plantas para cultivar em apartamento
Dicas

5 plantas que se adaptam e são fáceis de cultivar em um apartamento

Olhando para o seu apartamento e decidindo por algumas mudanças na decoração? Uma das que podemos indicar é a adição de plantas no ambiente. Por diversos motivos, desde os sustentáveis até os de bem-estar. Mas qual escolher para ambientes como um apartamento? E por que elas são importantes para nossa saúde? É o que responderemos no post de hoje.  

 

POR QUE COLOCAR PLANTAS EM UM APARTAMENTO? 

As plantas tornam qualquer ambiente mais vivo. Além do elemento verde compor um visual todo elegante e natural ao cômodo, elas são capazes de reduzir substâncias prejudiciais à saúde e purificar melhor o ar. O próprio ato de cultivar plantas também é terapêutico, ajuda a relaxar e melhorar a qualidade do sono – afinal, se torna mais um hobby na sua rotina.  

 

QUAIS PLANTAS POSSO ESCOLHER PARA TER EM MEU APARTAMENTO? 

O maior desafio de ter plantas em apartamento é o ambiente não ter a incidência de luz solar adequada. Então, o ideal é optar por modelos que não precisem de luz solar direta e de poucos cuidados. Preparamos uma lista com os tipos mais resistentes de plantas que, além de compor uma decoração única para seu apartamento, são as mais resistentes. 

 

Espada de São Jorge

espada de são jorge

Um dos tipos de plantas mais famosos no Brasil e uma das mais resistentes para ambientes internos. Você não precisará se preocupar com luz ou água por um bom tempo. Traz um aspecto rústico ao ambiente combina bem com decorações nesse estilo que abusa bastante de madeira e elementos de construção.  

É uma planta que cresce até 1 metro de altura, então é importante levar isso em conta na hora de posicioná-la no cômodo. O ideal é que esteja em mesas, bancadas ou até mesmo em cantos do ambiente. Um lembrete importante: mantenha a Espada de São Jorge longe de crianças ou animais de estimação – é uma planta tóxica ao ingerir.  

 

Suculentas 

suculenta em vaso decorativo

Também são um clássico em decorações modernas e naturais. Originárias de regiões da África e América, as suculentas são fáceis de cuidar e se adaptam facilmente à ambientes internos. Você as reconhecerá pela capacidade de armazenar água nas raízes, caules, troncos e folhas. Isso as protege das altas temperaturas e do clima seco. 

Existem alguns tipos mais famosos, entre eles, o cacto. Você o reconhecerá facilmente pela presença de círculos salientes de onde nascem espinhos e flores, além de não possuir folhas. Outro tipo bem popular é a echevéria (ou rosa de pedra). O formato dela lembra uma flor, onde as folhas arredondadas possuem uma leve angulação nas pontas. As echevérias precisam de sol e avisam quando: observe que o formato original da planta vai mudando, quando torna-se mais alongada – é a hora do banho de sol. 

 

Aspidistra

aspidistra cultivada em apartamento

Esta é outra planta bem procurada para decoração de interiores pelo seu tamanho reduzido. De origem asiática (Japão, Tailândia e China), o porte é de no máximo 90 centímetros de altura. Ela aguenta bem a vida com pouca luz, pouca umidade, regas irregulares e mudanças bruscas de temperatura, além de não ser tóxica para cães, gatos ou outros animais domésticos. 

Se você tem luz do sol à disposição, cuidado: a aspidistra não lida bem com o sol direto e isso pode queimar suas folhas. Mantenha-a em lugares que não recebem muito sol ou corredores e ambientes mais escuros. E vale um cuidado para a rega não ser exagerada e apodrecer suas raízes, faça-a sem exageros. 

 

Palmeira areca

palmeira areca

Não é a que você está pensando! Esta espécie é uma das mais versáteis por ter tamanho e adaptabilidade ideal para decoração de ambientes. Pode ir em jardins internos, direto no solo ou em vasos. O sol contribui para a planta, mas ela fica mais bonita se cultivada na sombra – ele pode amarelar as folhas. Regue com certa regularidade e mantenha-a longe de ambientes com ar-condicionado.  

Uma dica importante: a palmeira areca é um tipo invasivo, que não se dá bem compartilhando o vaso com outras plantas, o ideal é mantê-la sozinha em seu próprio recipiente 

 

Jiboia

planta jibóia

Esta planta é um tipo de trepadeira que se adapta muito bem em ambientes fechados. Seu visual é bem chamativo, com folhas brilhantes e coloridas em tons de verde e amarelo quando exposta ao sol – ou somente verde se for criada na sombra.  

Você deve regá-la frequentemente e o solo deve estar sempre úmido e rico em matéria orgânica, para que cresça de forma rápida e forte. Por isso o tempo com cuidado é um pouco maior. Você pode colocá-la pendurada em algum suporte como item decorativo mais na altura dos olhos. 

Continue acompanhando o blog da MDL e conheça tudo o que preparamos para você ficar por dentro das últimas novidades do mercado imobiliário, assim como dicas de decoração e muito mais! 

Veja também:

5 Pets ideais para apartamento

 

Continue lendo
É hora de transformar aquele espaço vazio no quarto do seu futuro bebê. Você pensa...
Leia mais
Levar seu melhor amigo para onde quiser é o sonho de muita...
Leia mais
Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre mindfulness, certo? Mais do...
Leia mais