MDL Realty Incorporação

Por que investir em imóveis é um bom negócio?

Uma fotografia de um casal abrindo porta e entrando em casa recém comprada

Sempre que as pessoas procuram um investimento confiável e seguro, os imóveis parecem ser uma das muitas opções disponíveis no mercado para quem deseja lucrar sem abdicar da tranquilidade. Ainda assim, muitas pessoas duvidam se realmente vale a pena investir em imóveis.

Aplicações em imóveis é uma das opções mais tradicionais para quem busca investir seus recursos, mas isso não significa que seja excessivamente conservador ou que não exija uma boa análise das opções disponíveis no mercado. Tudo vai depender dos seus objetivos financeiros e dos recursos disponíveis.

De qualquer forma, investir seu dinheiro em imóveis pode ser uma ótima opção.

Pensando nisso, neste artigo explicaremos como começar um investimento em imóveis e qual o melhor tipo de imóvel para investir.

Como começar a investir em imóveis?

Saber como começar a investir em imóveis é crucial para seus primeiros passos nesta aplicação. Aqui estão algumas dicas sobre como começar a investir em imóveis. Confira!

1. Determine objetivos

Cada opção de investimento imobiliário tem seus prós e contras. Essas características variam conforme os interesses do comprador. Portanto, é fundamental traçar metas para entender como investir melhor o seu dinheiro com um resultado planejado.

2. Estude o mercado

Outra dica é pesquisar o mercado imobiliário. Só assim você poderá identificar as melhores oportunidades. Portanto, estude o mercado e suas oscilações, descubra quais áreas estão se valorizando e acompanhe os valores dos imóveis conforme eles sobem e descem e em que período isso acontece.

Pesquisar o mercado imobiliário é fundamental para identificar as melhores oportunidades.

3. Defina o tipo de imóvel

Fica mais fácil entender seu perfil de investidor traçando metas e pesquisando mais suas possibilidades.

Dependendo da sua realidade e objetivos, algumas opções são mais óbvias do que outras, entre as quais podemos destacar: compra de terrenos, imóveis em planta, prontos para morar ou alugar, usados, comerciais e outros.

4. Escolha a localização

Escolher um imóvel em uma boa localização com proximidade ao metrô, linhas de ônibus, comércio, lojas e outros atributos é extremamente importante, pois pode aumentar a valorização do imóvel caso você queira vendê-lo posteriormente.

Dê prioridade a imóveis próximos ao seu local de trabalho ou que tenham fácil acesso a outras regiões da cidade. Além disso, comprar uma casa ou apartamento em uma área bem localizada pode melhorar significativamente a qualidade de vida dos moradores.

Qual o melhor tipo de imóvel para investir?

Nesse momento, esteja atento, pois será preciso ter conhecimentos específicos e experiência para identificar as melhores oportunidades, além de estar ciente dos custos envolvidos em cada tipo de empreendimento.

Por isso, a seguir estão os melhores tipos de imóvel para investir. Veja!

Terreno

Se o objetivo é construir ou implantar um negócio, como um galpão ou estacionamento, comprar um terreno é a melhor opção. Além disso, essa estratégia é amplamente utilizada para construir ativos de longo prazo, revender ou deixar um patrimônio para herdeiros.

Entre as vantagens está a possibilidade de ampliar a edificação no terreno consoante a legislação vigente, economizando até 30% em relação à compra de um imóvel pronto, já que não possui área construída, e ainda podendo personalizá-la na hora que quiser conforme as medidas que quiser.

Na planta

Essa é uma das maneiras mais tradicionais de investir em imóveis. Os imóveis em planta são vendidos a um preço mais acessível do que os imóveis prontos, precisamente porque existem custos associados a esta compra, como os riscos gerais de comprar um imóvel em construção e a necessidade de esperar para usufruir do apartamento.

Na prática, isso também significa que, ao investir em um imóvel na planta, quando o empreendimento estiver pronto, você poderá vendê-lo por um preço maior do que quando o comprou, beneficiando-se da valorização durante a construção, que pode chegar a 40%.

Pronto ou usado

Essa é mais uma opção para quem procura bons negócios, pois o valor tanto dos imóveis prontos quanto dos usados ​​é mais flexível. A ideia é comprar um imóvel e vendê-lo por um preço mais alto no futuro, quando for valorizado.

Este investimento deve ainda ter em conta os custos com impostos, taxas de corretagem imobiliária e cartório, manutenção do imóvel, bem como outras despesas que comprometam a rentabilidade final.

Mas, neste caso, é preciso explorar mais profundamente as opções e observar o estado de conservação do imóvel. Se forem necessárias muitas reformas, o preço final pode ser muito alto e pouco lucrativo.

Comercial

Quando as pessoas pensam em imóveis para investir, que não sejam residenciais, pensam naqueles que podem ser usados ​​para fins comerciais. Pode ser utilizado ou alugado pelo comprador com a finalidade exclusiva de pontos comerciais ou para acomodar empresas, escritórios e outros.

As compras de imóveis para uso comercial é um mercado que tem crescido nos últimos anos.

Os benefícios incluem contratos de locação mais longos, um mercado em desenvolvimento e sua valorização crescente, bem como alta rentabilidade imobiliária.

Ou seja, ao entender todo esse cenário, o comprador está mais preparado para investir em imóveis de forma informada e segura, com um plano de ação alinhado às expectativas.

Gostou do nosso artigo? Temos outras publicações à sua espera em nosso blog!

Veja também:

Sair da versão mobile