Blog
O Financiamento imobiliário é uma boa opção para conquistar um lar
Mercado Imobiliário

Financiamento de imóveis: entenda como funciona

Possuir um imóvel é o sonho de muitos brasileiros que buscam conquistar tranquilidade e autonomia para suas famílias. Porém, o alto valor tem sido um obstáculo, assim entender como funciona o financiamento de imóveis é fundamental.

Essa é uma das melhores opções para facilitar a compra de uma casa ou apartamento e assim se livrar do aluguel. Existem possibilidades em diferentes tipos de financiamento que podem ajudar a atingir os objetivos do comprador.

Pensando nisso, neste artigo você entenderá como funciona um financiamento imobiliário e os documentos necessários. Acompanhe!

O que é o financiamento imobiliário?

Caso o cliente não tenha o valor total do imóvel, ele pode procurar instituições financeiras para obter um empréstimo imobiliário. Nesse caso, a pessoa paga em parcelas mensais por um período de contrato de até 35 anos.

Em outras palavras, financiar um imóvel é um recurso para comprar um imóvel e pagá-lo por um longo período. Porém, há incidência de taxas, condições e juros, ainda que sejam considerados um dos menores do mercado.

Uma chance de conquistar um lar com o financiamento de imóveis
Financiar um imóvel é um recurso para comprar um imóvel e pagá-lo por um longo período de tempo.

Como funciona o financiamento de imóveis?

Do ponto de vista objetivo, o financiamento de imóveis é como um empréstimo, onde um cliente recorre a uma instituição para obter o valor necessário para um imóvel. Após a aprovação e fechamento do contrato, o imóvel fica associado ao cliente, que paga as parcelas mensais.

Normalmente, as instituições financiam empréstimos de até 90% do valor do imóvel, seja ele na planta, novo, em construção ou usado. Portanto, é necessário fazer um adiantamento (valor de entrada do imóvel) para poder financiar e executar o contrato.

Diante disso, a instituição financeira paga ao vendedor do imóvel o valor referente ao financiamento, e o cliente assume parcelas mensais por até 35 anos. Durante o período de pagamento, o imóvel não pode ser negociado.

Para obter um financiamento imobiliário, é preciso passar por uma série de etapas, que podem ser intermediadas por imobiliárias e instituições financeiras. São processos comuns de avaliação de perfis de clientes e dados dos imóveis a serem financiados. Confira abaixo as etapas do financiamento imobiliário!

Escolha

A primeira coisa que você deve fazer para conseguir um financiamento é escolher o imóvel. Não é necessário bater o martelo, mas ter uma ideia do valor da propriedade que vai ser financiada já é um bom começo. 

Pesquise nos portais de imóveis e faça um levantamento de valores de casas e apartamentos que atendam às necessidades da sua família. Não se esqueça de já considerar a localização, o tamanho da propriedade e outros critérios que podem ser importantes para a sua escolha e que interferem no valor a ser pago pelo bem.

No entanto, a entrada do imóvel deve obedecer ao percentual exigido pelo banco, como o valor mínimo do imóvel, e a entrada mínima exigida. Na maioria das vezes, nesta fase, o cliente assina um documento de compra e venda com o vendedor para garantir um negócio.

Crédito

A próxima etapa é a análise de crédito, onde os dados dos clientes são enviados às instituições financeiras, no próximo tópico você encontra os documentos necessários.  Nesse momento, o banco avaliará perfil, renda e outras informações para decidir pela concessão do financiamento.

Vistoria

Ao decidir pelo imóvel, sua documentação será enviada à instituição financeira. Então é hora de inspecionar a casa ou apartamento. Com isso, o banco marca uma vistoria com um engenheiro ou arquiteto. 

Isso garante a qualidade do imóvel e também mantém o preço dentro do valor de mercado. Se tudo estiver correto, um relatório será elaborado e as próximas etapas serão seguidas.

Jurídico

Nessa etapa, o banco avalia todos os documentos do negócio, inclusive a imobiliária que intermediou as negociações. Durante a análise, novos documentos podem ser solicitados para determinar o processo e a sequência das compras de imóveis. O objetivo é assegurar a transação e os interesses de todas as partes envolvidas.

Contrato e Registro

Nessa etapa, é elaborado um contrato de financiamento bancário. Depois, o cliente deve registrar o imóvel em cartório, etapa que gera custos com as certidões, ITBI, escritura e registro.

Feito isso, a pessoa arca com o valor das parcelas mensais conforme as características do contrato celebrado com a instituição.

Quais os documentos necessários para financiar um imóvel?

Primeiramente, é importante entender que os documentos exigidos podem variar consoante a instituição financeira e o estágio do financiamento. Em geral, os principais documentos para financiamento de imóveis estão listados a seguir. Veja!

  • Documento de identidade;
  • Comprovante de estado civil;
  • Comprovante de endereço;
  • Declaração de Imposto de Renda;
  • Últimos 3 holerites ou 6 meses de extratos bancários;
  • Extrato do FGTS;
  • Carteira de Trabalho.
A instituição financeira paga o imóvel com o valor referente ao financiamento.
O financiamento de imóveis é uma ótima saída para quem deseja adquirir uma casa nova.

Comprovante de renda

Como este é o documento que prova que a pessoa realmente tem condições de pagar o empréstimo mensal, ele servirá de base para definir o valor do crédito que o comprador receberá.

Vale ressaltar que a comprovação pode ser feita por mais de uma pessoa. Ou seja, o comprador pode somar a renda de todos os moradores do imóvel que trabalham ou recebem uma renda formal. Simultaneamente, as parcelas do financiamento não podem ultrapassar 30% da renda familiar comprovada.

Aqui, o comprador deve ter em mente que diferentes documentos são exigidos dependendo do tipo de trabalho. Basicamente, se ele é CLT ou autônomo, os documentos apresentados são um pouco diferentes. Para você entender, separamos os requisitos para cada categoria.

Entenda as taxas de juros e parcelas

Os juros nada mais são do que a remissão do valor emprestado pelo banco. Porém, se o imóvel financiado pelo banco tiver um determinado valor, o comprador não pagará de volta a ele o mesmo preço.

Isso porque o banco precisa lucrar com a operação. Sendo assim, esse valor é redefinido com atualizações da moeda vigente. Por fim, é necessário restituir o risco assumido ao banco ou instituição financeira.

Portanto, é natural que se apliquem taxas de juros aos financiamentos. Eles então fazem parte das parcelas cobradas na assinatura do contrato de financiamento do imóvel.

Sendo assim, as parcelas consistem principalmente em duas partes. A primeira é amortizar o valor do preço do imóvel. Ou seja, o dinheiro que o banco utiliza para reembolsar a ele a parte efetiva investida no financiamento.

A outra parte da seção refere-se a correções cambiais e outros encargos, que nada mais é do que o custo efetivo total (CET) do imóvel.

Como você pode ver, entender o financiamento de imóveis e como ele funciona é essencial para conquistar o seu imóvel. Por isso, analise o mercado e escolha as melhores opções para ter o plano certo e sua casa própria. 

Não se esqueça, a MDL pode te ajudar neste processo.

Aproveite e leia também:

Continue lendo
Comprar um apartamento é um investimento significativo, e o preço é influenciado...
Leia mais
Madureira, um bairro com uma rica tapeçaria cultural e histórica, se destaca...
Leia mais
Especulação imobiliária é uma técnica utilizada para valorizar imóveis de custo baixo,...
Leia mais
A vida noturna na Lapa, no coração do Rio de Janeiro, é...
Leia mais
Perdizes, um bairro da Zona Oeste de São Paulo, é um verdadeiro...
Leia mais
Comprar um imóvel é sempre um momento importante e que requer todo...
Leia mais
Se você está pensando em comprar um apartamento com certeza já se...
Leia mais
Comprar um apartamento é uma decisão que envolve muitos aspectos e requer...
Leia mais
No mercado imobiliário, a relação entre locadores e locatários desempenha um papel...
Leia mais
Se você está em busca de um espaço comercial estratégico na cidade...
Leia mais
Nos últimos anos, o conceito de coworking tem ganhado popularidade em todo...
Leia mais
Ao buscar um novo apartamento, é fundamental considerar os diferenciais que o...
Leia mais
O momento tão esperado chegou: a entrega de chaves do apartamento está...
Leia mais
São Paulo é uma cidade vibrante, cheia de vida e oportunidades. Entre...
Leia mais
A alienação fiduciária é uma das formas mais práticas de garantir o...
Leia mais
Morar na Lapa no Rio de Janeiro é morar em um bairro...
Leia mais
Ter o imóvel próprio é o desejo da maioria dos brasileiros. Quem...
Leia mais
O IPTU é um imposto que pode gerar dúvidas e preocupações para...
Leia mais
A Lapa em SP é considerada um dos bairros mais bem estruturados...
Leia mais
A escolha por comprar apartamento em São Paulo exige uma análise criteriosa...
Leia mais
O sonho da casa própria é um objetivo comum para muitas pessoas,...
Leia mais
O Apartamento Garden tem ganhado cada vez mais espaço no mercado imobiliário...
Leia mais
Adquirir um bem como um imóvel pode ser uma realização pessoal e...
Leia mais
O Rio de Janeiro é uma cidade cheia de oportunidades de negócios,...
Leia mais
Sempre que um novo ano se inicia, muitos esperam que a Pantone,...
Leia mais
Possuir um imóvel é o sonho de muitos brasileiros que buscam conquistar...
Leia mais
O Brasil é o maior exportador de café do mercado mundial e...
Leia mais
A capital de São Paulo é a principal metrópole da América do...
Leia mais
A evolução tecnológica trouxe uma série de facilidades para a vida das...
Leia mais
Dicas para investir em um imóvel e fazer um bom negócio
Leia mais
Alvenaria estrutural: método construtivo alternativo sem vigas e pilares
Leia mais
Você sabia que nem toda casa precisa ser construída do zero para...
Leia mais
Tendência em design de interiores é ideal para ambientes reduzidos
Leia mais
Ao longo da vida, passamos por inúmeras fases e mudanças. Algumas delas...
Leia mais
Se você está em busca de um imóvel novo ou na planta,...
Leia mais
Sabe aquele momento em que você está reunido com os familiares e...
Leia mais
O vinho é uma das bebidas mais consumidas no mundo. Clássica nos...
Leia mais
Para uma boa noite de sono é fundamental criar bons hábitos e...
Leia mais
O bom uso da iluminação natural ajuda a economizar energia elétrica e...
Leia mais